Home Palavra do Sacerdote

Palavra do Sacerdote

5º Domingo da Páscoa – 28/04/13

Caros fieis a Jesus Cristo e à Igreja:

O amor, traduzido em gestos de solidariedade e unidade, é o sinal de identidade de nosso ser cristão.

Somos convocados a renovar nosso desejo de comunhão e de solidariedade de uns para com os outros, e principalmente com os excluídos e descartados.

Caminhemos com Cristo Ressuscitado, dando provas de nossa adesão a ele, através de gestos concretos de amor verdadeiro.

 

- DETALHES PARA O FINAL DE SEMANA DO QUINTO DOMINGO DA PÁSCOA:

1- Oração de preparação imediata para a santa Missa. Silêncio orante. Deslocamento para o lugar onde dá início à procissão de entrada. Participação no refrão congregacional. Acendimento do Círio Pascal

2- Ato penitencial: Invocações (cantor); respostas da assembleia (Kyrie/Christie, eleison)

3- Glória: cantado

4- Resposta para as (4) preces dos fieis: IMPORTA VIVER, SENHOR, UNIDOS NO AMOR; / NA PARTICIPAÇÃO, VIVENDO EM COMUNHÃO!

5- Oração Eucarística: II

6- Avisos: 1- Dia 29, ás 20h00, aqui na igreja, formação litúrgica para todos que atuam ou querem atuar em Missas, aqui na paróquia; 2- Dia 01 de maio, a partir das 13h30, Romaria do Trabalhador, saindo do campus da UEM, em direção à Paróquia Santo Antônio.

POR FAVOR, AGENDE O ENCONTRO DE FORMAÇÃO PARA TODOS QUE PARTICIPAM

(MESCE; CANTORES; LEITORES; PRECISTAS E DEMAIS AGENTES DE LITURGIA) E QUEREM PARTICIPAR DAS EQUIPES DE CELEBRAÇÃO AQUI NA CRISTO RESSUSCITADO: DIA 28, SEGUNDA FEIRA, ÀS 20H00, NA IGREJA PAROQUIAL.

Deus seja louvado pelo seu esforço e participação consciente na vida de nossa Igreja. Bênçãos!

Abraço e muita paz.

p Júlio


 

O Tempo

O tempo constitui uma dimensão essencial da criatura humana. Está presente em tudo. É no tempo que construímos nossa história. Porém, nossa vida oscila entre a certeza de coisas experimentadas no presente e a incerteza do futuro que escapa ao nosso controle absoluto. Vivemos nesta dupla tensão entre um passado que já era e um futuro que é um devir.
A sucessão dos tempos, ou o tempo histórico, abre-nos para uma forma de conceber a história como experiência que nunca se repete. Mergulhamos no mar do passado para um imenso e misterioso futuro. E nesse mergulho deparamos com a vida a ser construída.

Leia mais...

 

A minha pátria é como se não fosse

Estava em Caracas, Venezuela, para um curso. Fiquei por lá um bom tempo. Num domingo de folga, jogava a seleção brasileira contra a seleção venezuelana. A família onde me hospedava deu-me de presente um ingresso para ver o jogo. De repente, entram em campo os nossos canarinhos. Um locutor anuncia os hinos nacionais e os hasteamentos das bandeiras de cada nação. A banda deu os primeiros acordes do Hino Nacional.

Leia mais...

 

O mundo é minha família

Numa época de globalização como esta que vivemos, é impossível ver gente que centra toda a sua vivência ao seu limitado mundinho. Não dá mais para ficar fechado em sua vila, em seu bairro, em sua cidade, em sua paróquia, em sua diocese... São âmbitos pequenos e estreitos demais para quem vive numa “aldeia global”.

Hoje, todo cristão é chamado a ir muito além de suas fronteiras e descobrir que ser realmente católico é ter um coração aberto ao mundo todo e a todo mundo. Nações, povos, culturas e países formamos a única família. A família humanidade. Por isso, assimilamos e compartilhamos as conquistas, as lutas, as derrotas, as injustiças de todo e qualquer ser humano como parte de nossas pessoas.

Leia mais...

 

Deus tem Palavra!

Normalmente, quando alguém é cumpridor da palavra dada, dizemos assim: “O fulano é pessoa de palavra”. Falou e garante a sua palavra. Falou e cumpriu. Ele não volta atrás. À qualidade de quem cumpre a palavra dada denominados de fidelidade, coerência, sinceridade, lealdade. Se assim qualificamos as pessoas cumpridoras da palavra dada, imaginem o que devemos dizer de Deus! Multipliquemos esses qualificativos ao infinito e aí teremos o resultado do modo de Deus ser e agir na história humana.

Homens e mulheres, atentos à fidelidade da palavra de Deus, fizeram questão de documentar tudo aquilo que lhes foi possível em um livro, ou melhor, em livros, que denominamos Bíblia. Por isso, esses livros são chamados de “Palavra de Deus”.

Leia mais...